terça-feira, 23 de junho de 2009

(Cont.) Vida Sexual da Bicharada


Bem ..vamos la ...rs

A cópula costuma tomar muita atenção dos indivíduos envolvidos, o que os deixa desprotegidos a ataques externos.

Por isso, a estratégia de muitos animais é bastante ¨recatada¨, preferindo um local mais isolado para relações sexuais, não por moralismo, mas exatamente por sobrevivência.

Uma outra razão da ¨privacidade ¨ é que, para muitos mamíferos, a visão da cópula de outros indivíduos.... aumenta a vontade de copular... Aí a coisa pega ....rs

Donde podemos deduzir porque certas revistas , filmes e vídeos são extremamente afrodisíacos ....Ta explicado !!! ..rs

Então podemos dizer que nosso órgão erótico é, sem dúvida, o cérebro.

Durante milhares de gerações, indivíduos cujo órgão erótico funcionou com mais eficiência deixaram um número maior de filhos.

Cada espécie de animal, todavia, seguiu então seu próprio caminho evolutivo com resultados, às vezes, bastante pitorescos , eu diria ...

Hoje vamos falar do elefantes ...e de algumas soluções bem originais que a natureza criou para lidar com seus problemas de Tamanho....

Como se pode imaginar, o gasto de energia com movimentos copulatórios seria muito grande nestes animais...

Além disso, há uma questão física de que seus ossos estão próximos ao limite de sua resistência.

Em um movimento copulatório como o dos seres humanos... toda a energia do movimento do macho seria transferida para a fêmea no momento de maior penetração.

Ou seja, é preciso ser muito forte para aguentar um elefante excitado nas costas.....rsrssrsr

A solução encontrada pela Mãe Natureza foi a de desenvolver nos elefantes um pênis com movimento próprio.

Em termos de energia, é mais barato mover apenas o pênis do que o elefante inteiro..((risos)))

Quando este monta a fêmea, o pênis sai procurando o orifício vaginal.

Eventualmente pode enganar-se e penetrar o ânus.

A cópula anal, aliás como a maioria das variações sexuais, não é privilégio da espécie humana e estamos conversados ...rs

Espera que ainda tem mais sobre elefantes. ....rs

Como a vulva da elefanta é mais ventral, apenas poucos centímetros do pênis conseguem penetrar na vagina.

Assim o colo do útero fica muito distante do pênis, o que obrigou os machos a desenvolverem um sistema de ¨propulsão de alta pressão ¨ para ejacularem, de modo explosivo e a longa distância.

Chamo isso de ejaculação *Right Tech*....

4 comentários:

Georgia disse...

Deusa, que aula, upps!!!

Achei o seu perfil lá no Varal de Idéias pendurado, rs.

Abracos

Regina d'Ávila disse...

Um pênis com vida própria ..Uhuuuu!!!!!!!!!!!!!!!!...Menina..que coisa maravilhosa!!
Realmente..um elefante nas costas é duro de aguentar..kkkkk
Vai...continua..
Bjsssssssssssssssss

Regina d'Ávila disse...

Hoje é o dia da vítima da quinta..passe por lá..
bjsssssssss
Rê.

jugioli disse...

Vim conhecer o seu blog, e adorei.

@dis-cursos